sábado, 30 de junho de 2012

Convenção do PCdoB e aliados homologa Flaviano Monteiro para Prefeito de Apodi

3228

Ontem 29 em Apodi foi realizada a convenção do PCdoB que homologou a chapa encabeçada por Flaviano Monteiro.
Uma das maiores apostas no Médio Oeste é em Apodi, onde o PSD está coligado com o PCdoB e com o PDT, partidos de oposição a administração da prefeita Gorete Pinto (PMDB), candidata à reeleição. “Eu conheço o trabalho do candidato Flaviano em busca de projetos para ajudar a cidade. Confio nele porque sei que a candidatura nasceu da vontade do povo e é o povo que elege o melhor candidato para o município”, justifica Robinson.

Mais cinco vereadores perdem mandato por desfiliação partidária sem justa causa


CAICÓVereador caicoense Milton Teixeira Batista perdeu o mandato por deixar o PR e se filiar sem justa causa ao PSB
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) julgou, na sessão ordinária da tarde de ontem, 28, cinco ações de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária sem justa causa que tinham como autores, dentre outros, o Ministério Público Eleitoral (MPE).
Os vereadores Odete Maria de Araújo Silva Lopes, de Macau; Milton Teixeira Batista e Valdemar Araújo Medeiros, de Caicó; Sivanildo Alves de Melo, de Caiçara do Norte; e Vanildo Soares de Souza, de Lucrécia, perderam seus mandatos porque a Corte Eleitoral não reconheceu a ocorrência de motivos que estivessem abrangidos pelas possibilidades de desfiliação sem perda do mandato previstas na Resolução 22.610/2007, do TSE.
Nos cinco processos julgados no TRE-RN, os motivos da decretação de perda de mandato dos envolvidos foi por desfiliação sem justa causa. Sem argumentos convincentes, os vereadores perderam o cargo e a Corte Eleitoral determinou a posse dos primeiros suplentes. (Com informações do TRE-RN).

Terceira via, a chapa com Macedo e Ricardo será oficializada em convenção, na Câmara

Definida ontem, 29, à noite, a terceira chapa à Prefeitura de Areia Branca nas eleições deste ano. As cúpulas do PR e do PPS entraram em acordo e vão oficializar na convenção conjunta deste sábado, 30, as candidaturas do ex-vereador Francisco Antônio de Macedo (PR) a prefeito, e do cirurgião-dentista Ricardo Calazans (PPS), a vice-prefeito.
Ricardo Calazans e Macedo terão seus nomes oficializados, hoje 
Também foi fechada a coligação proporcional reunindo PR, PPS, PPL e PHS que juntos pretendem lançar em torno de 15 candidatos a vereador
A convenção conjunta dos partidos que marcharão unidos com a chapa Macedo/Ricardo será hoje, a partir das 15h, na Câmara Municipal de Areia Branca.

Convenção partidária no Clube “O Corujão” confirmará chapa “puro sangue” do DEM


IRANEIDE E FÁTIMA, PURO SANGUE
Iraneide e Fátima Luz, da majoritária, ladeadas pelo pré-candidato a vereador, Adriano Emílio   
A chapa “puro sangue” do partido Democratas à Prefeitura de Areia Branca, será homologada em convenção partidária realizada hoje, 30, no Clube Corujão, a partir das 15h.
A chapa é encabeçada pela pré-candidata a prefeita Iraneide Rebouças, tendo como candidata a vice-prefeita a ex-secretária municipal de Educação de Areia Branca, Fátima Luz. Ambas são do DEM.
No evento, também serão oficializados os candidatos a vereador da coligação formada pelos partidos DEM, PSD, PTB, PRB e PSC.

Convenção conjunta para oficializar a chapa Bruno Filho/Lidiane será na Tropical, hoje


Será na Tropical Casa Show, hoje, 30, a partir das 12h, a convenção conjunta dos partidos que integram a coligação governista rumo às urnas em 7 de outubro deste ano.LIDIANE GARCIA, COMPANHEIRA DE CHAPA DE BRUNO FILHO
Lidiane Garcia compõe com Bruno Filho a chapa governista

Durante a festa será oficializada a chapa encabeçada pelo pré-candidato a prefeito Bruno Filho (PMDEB), que tem a enfermeira Lidiane Garcia (PSB) como companheira.
Atual vice-prefeito, Bruno Filho concorre ao seu terceiro mandato Executivo, pois ele foi prefeito no período de 1997 a 2004.
Para a convenção governista de hoje, são esperadas importantes lideranças políticas da região e do Estado.
Além da chapa Bruno/Lidiane, a convenção conjunta na Tropical Casa Show homologará ainda, as candidaturas a vereador oriundas dos partidos PMDB, PSB, PP, PC do B, PDT, PMN, PSDC, PT e PV, entre outros que formam a base de apoio ao governismo na campanha eleitoral deste ano.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Macedo confirma que é pré-candidato e vai encarar desafio das urnas em faixa própria


Nas eleições municipais deste ano o eleitor areia-branquense vai poder optar entre três nomes, aquele que achar melhor para comandar os destinos do município no quadriênio 2013-2016. É que além dos pré-candidatos a prefeito já definidos pela situação e pela oposição, surge um terceiro concorrente.
MACEDO DE NOVO
Macedo mantém nome na disputa majoritária 

Ontem, 28, o ex-vereador e ex-candidato a prefeito de Areia Branca, em 2008, Francisco Antônio de Macedo (PR), anunciou que está (novamente) no páreo. O postulante ao cargo Executivo é presidente do PR local e pretende encarar pela segunda vez o desfio dar urnas, com um projeto político independente.
A pré-candidatura de Macedo a prefeito foi uma das primeiras anunciadas no tabuleiro da sucessão municipal. Mas no início do ano ele deu uma pausa no projeto para se aproximar do governismo, com vistas a uma possível composição do seu partido, o PR, com o PMDB do pré-candidato a prefeito José Bruno Filho.
O “namoro” entre os partidos houve, mas não culminou em “casamento”, porque no governismo existia o entendimento de que Bruno Filho sendo cabeça de chapa (o que aconteceu naturalmente, sem a necessidade de qualquer discussão) o prefeito Manoel Cunha Neto, “Souza” (PP), indicaria o vice. O que de fato aconteceu no início desta semana, com a enfermeira e ex-secretária municipal de Saúde, Lidiane Garcia (PSB), sendo definida como pré-candidata a vice-prefeita, ao lado de Bruno Filho.
Sem espaço no governismo e descartando qualquer possibilidade de aproximação do grupo político da pré-candidata a prefeita Iraneide Rebouças (DEM), Macedo não teve alternativa, senão retomar sua pré-candidatura em faixa própria.
Defendendo o que chama de um “projeto macro para Areia Branca”, cuja tese seria unir no mesmo palanque “todos aqueles que desejam de verdade construir a Areia Branca do futuro”, Macedo articula a formação de uma coligação partidária reunindo PR, PPS, PPL e PHS. Um quinto partido, o PSDB, poderá reforçar o projeto, o que seria definido até a convenção conjunta que realizará neste sábado, 30, na Câmara Municipal de Areia Branca, à tarde.
O pré-candidato disse ainda que também na convenção estará sendo anunciado o seu companheiro de chapa. O arco de aliança formado pelos partidos que lhe darão sustentação política durante a campanha, lançará em torno de 15 nomes à Câmara Municipal, dentre eles algumas figuras femininas.

Ex-secretária de Educação aceita convite e será vice na chapa com Iraneide Rebouças

FÁTIMA LUZ E NAZARENO LEMOS
Fátima Luz (com o esposo Nazareno Lemos) é a vice de Iraneide Rebouças

A ex-secretária municipal de Educação de Areia Branca, Fátima Luz, é a companheira de chapa da pré-candidata a vice-prefeita Iraneide Rebouças (DEM). A escolha foi oficializada em reunião realizada na noite passada, das lideranças políticas que integram a coligação oposicionista.
Atual diretora do Centro de Educação Especial (Ceeslauva) e Escola Estadual Professora Maria Lauretânia Rolim Bezerra do Vale, Fátima Luz é uma educadora com currículo respeitável. Ela realizou um trabalho digno de elogios pela educação, em Areia Branca, quando à frente da Secretaria Municipal de Educação na gestão do então prefeito Bruno Filho (PMDB).
Fátima Luz é esposa do ex-vereador e candidato à Câmara Municipal nas eleições deste ano, Nazareno Lemos (DEM). O nome dela como candidata a vice-prefeita, na chapa encabeça por Iraneide Rebouças, será oficializado na convenção dos partidos que formam o arco de aliança em tordo da pré-candidata do DEM, em ato festivo que acontecerá no clube “O Corujão”, a partir das 15h.

TSE volta atrás e candidatos com contas de campanha desaprovadas vão poder participar das eleições deste ano


TSE (1)
Corte do TSE libera candidatos com contas reprovadas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) voltou atrás e decidiu, por 4 votos a 3, que candidatos que tiveram as contas eleitorais reprovadas, os chamados "contas-sujas", poderão participar das eleições municipais deste ano.
Em março, os ministros haviam editado uma resolução, dizendo que tais candidatos seriam considerados inelegíveis. Em menos de seis meses, portanto, o tribunal modificou sua orientação.
Nesta quinta-feira, 28, o tribunal finalizou a análise sobre um pedido de reconsideração feito pelo PT, acompanhado por 13 outros partidos, que havia sido interrompida na última terça-feira, por um pedido de vista do ministro José Antonio Dias Toffoli, quando o placar estava empatado em 3 a 3.
A mudança de orientação aconteceu pois Toffoli entrou no lugar do colega Ricardo Lewandowski que deixou a presidência do tribunal e sua cadeira de ministro em abril deste ano. Lewandowski havia votado pela inelegibilidade dos candidatos com contas eleitorais reprovadas.
O voto do ministro Dias Toffoli, no entanto, considerou que a legislação eleitoral apenas determina que o candidato tem que apresentar suas contas de campanha para ficar quite com a Justiça Eleitoral, não necessitando que elas sejam aprovadas. (Com informações da Folha Online).

TRE-RN decide pela cassação do mandato da vereadora Odete Lopes, de Macau


ODETE LOPES 5
Odete Lopes fica sem mandato por ter trocado de partido

A troca de partido sem justa causa segue provocando estragos na atual composição das Câmaras Municipais no Rio Grande do Norte. Nesta quinta-feira, 28, foi a vez da vereadora Odete Lopes, do município de Macau, perder o mandato por ter deixado o PPS, em 2011, para se filiar no DEM.
A cassação do mandato de Odete Lopes foi durante a sessão plenária do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) na tarde de hoje. Os juízes decidiram por unanimidade pela cassação do mandato da vereadora, por infidelidade partidária.
Ela foi eleita em 2008 pelo PPS e em 2011 se desligou do partido, sem apresentar justificativa, e ingressou no ao DEM.
O primeiro suplente, Newton Costa, do PPS, assumirá a vaga.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Lidiane Garcia será companheira de chapa de Bruno Filho


Apontado como pré-candidato à sucessão do prefeito Manoel Cunha Neto, “Souza” (PP), desde 2008, quando foi eleito vice-prefeito ao lado do atual gestor, o médico e ex-prefeito José Bruno Filho (PMDB) terá seu nome oficializado no processo eleitoral em andamento na convenção partidária do sistema governista neste sábado, 30.LIDIANE SERÁ A COMPANHEIRA DE CHAPA DE BRUNO FILHOLidiane Garcia foi escolhida para compor com Bruno Filho a chapa do governismo (Foto: Jailton Rodrigues) 
Depois de muitas articulações nos bastidores da coligação formada por cerca de 12 partidos políticos, nesta quarta-feira, 27, foi batido o martelo: a enfermeira e ex-secretária municipal de Saúde, Lidiane Michele Campos Garcia (PSB), será a companheira de chapa de Bruno Filho.
Com a decisão, o governismo marchará unido nas eleições deste ano, tendo como meta repetir a performance do grupo nas quatro últimas eleições municipais em que conquistou o mandato Executivo, sendo duas vezes com Bruno Filho e duas com “Souza”.
Para os líderes políticos que participaram dos entendimentos que culminaram na chapa majoritária formada por Bruno Filho e Lidiane Garcia, o desfecho das conversações que se arrastaram por meses atende aos asseios dos areia-branquenses que torcem pela continuidade da gestão a quatro mãos iniciada por Bruno e “Souza” a partir de 1997.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Efeito Luiz Almir


Com a chegada do ex-deputado bocão, Luiz Almir (PV), ao cenário da sucessão municipal em Natal, roteiros podem começar a se inverter…
A ex-governadora Wilma de Faria, vice do prefeitável Carlos Eduardo Alves, poderá ter que dar uma freada no seu projeto de se dedicar ao interior, e montar guarda em Natal junto ao companheiro de chapa.
É que o prefeitável Luiz Almir já definiu que, oposição é ele, e não mais Carlos Eduardo e Wilma.
Sem gestão para ser avaliada, Luiz aponta o dedo para as administrações do ex-prefeito Carlos Eduardo e da ex-prefeita e ex-governadora Wilma de Faria.
Sem papas na língua.
Começou batizando a chapa “situacionista”, como ele define, de “Tufão e Carminha”, personagens da novela das 9, da TV Globo, que se aturam…e se traem…
*
Com a presença de Wilma em Natal, e Luiz Almir no palanque sem poupar palavras, a governadora Rosalba Ciarlini se sente mais tranquila para montar sua guarda em Mosoró, na tentativa de eleger a vereadora Cláudia Regina, prefeitável democrata.

Fonte: Blog da Thaisa Galvão
Foto:  Laurivan Sousa

Aumento no repasse de combustíveis aos postos não pesará no bolso do consumidor



Desde ontem, distribuidoras de combustíveis de todo o país estão comprando gasolina e óleo diesel mais caros à Petrobras. Mas o reajuste – de 7,83% para a gasolina e de 3,94% para o diesel – não alterará o preço ao consumidor, garantiu o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindcom).
Para evitar o aumento nas bombas, o governo reduziu a zero a alíquota da Cide, contribuição que incide sobre os combustíveis. Com a medida, o Sindicato das distribuidoras afirma que o reajuste não será repassado aos postos de combustíveis, o que deve evitar o impacto para o consumidor final.

Por 15 votos a 0, Conselho de Ética aprova a cassação do senador Demóstenes Torres


CONSELHOReunião do Conselho de Ética que aprovou cassação de Demóstenes Torres (Foto: Alan Marques/Folhapress)
O Conselho de Ética do Senado aprovou ontem, 25, por unanimidade, a cassação do mandato do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) por quebra de decoro parlamentar.
Por 15 votos a 0, os integrantes do conselho aprovaram relatório do senador Humberto Costa (PT-PE), que pediu a cassação com os argumentos de que o ex-líder do DEM recebeu "vantagens indevidas" do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e praticou "irregularidades graves" em seu mandato.
Com a aprovação, o processo contra Demóstenes segue para votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Em seguida, vai ao plenário. Para que Demóstenes perca o mandato em definitivo, o pedido de cassação tem que ser aprovado por pelo menos 41 senadores no plenário em votação secreta. (Com informações da Folha Online).

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Rosalba no mesmo caminho de Micarla

Por Sávio Hackhadt
Neste mês de junho de 2012, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) completa um ano e seis meses de governo, enfrentando sérias dificuldades na administração, muito embora tenha fortíssimo apoio político no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa: dos onze parlamentares potiguares no Congresso Nacional – oito deputados federais e três senadores -, Rosalba tem o apoio dos três senadores e de cinco deputados federais; tem, ainda, o apoio, em Brasília, do Ministro da Previdência, Garlbaldi Alves Filho (PMDB); na Assembleia Legislativa tem maioria folgada entre os 24 deputados estaduais, como, de resto, tiveram todos os governadores desse nosso Rio Grande do Norte, sejam eles bons ou maus administradores.
Portanto, não são de natureza política os problemas que o governo Rosalba enfrenta – nesse campo lhe sobram apoios. Rosalba, que prometeu ao Rio Grande do Norte uma gestão moderna, eficiente, capaz de tirar o estado do atraso, tem dado sinais, isto sim, neste um ano e meio de mandato, de que o seu governo é carente mesmo é de uma boa gestão, de capacidade administrativa.
E nada parece lhe convencer a tirar o olho do retrovisor  e arregaçar as mangas para achar o seu próprio caminho. Se o seu primeiro ano de governo foi marcado pelos ataques constantes ao governo anterior – Wilma e Iberê – , também chegamos na metade do segundo ano de governo e o Rio Grande do Norte continua à espera de uma gestão eficiente, moderna, capaz de  “reconstruir” o que Rosalba e seus aliados denunciaram como má gestão dos antecessores. E enquanto a lenga a lenga das críticas persistem e se tornam marcas da gestão atual, até o momento não se conhecem projetos relevantes do governo que sejam, como prometido, capazes de abrir novos horizontes para o estado.
Ultimamente a governadora passou a personalizar ainda mais suas criticas. Recentemente, anunciou em discurso: “No meu Governo não tem Foliaduto, não tem Operação Higia, não tem Ouro Negro. No meu Governo não tem essas operações que envergonhavam o nosso Estado pelo Brasil todo” – referindo-se assim aos escândalos denunciados no governo Wilma de Faria (PSB).
Mais do que marcar uma diferença em relação à sua antecessora, Rosalba parece se aprofundar nas críticas ao passado na mesma proporção em que crescem na sociedade as críticas à sua própria gestão, que enfrenta graves problemas em áreas essenciais como saúde, educação e segurança públicas – índices oficiais registram até uma piora nesses serviços na administração do DEM.
Talvez a sua estratégia, aparentemente muito equivocada, seja se agarrar às denúncias, que envolvem seus antecessores e que estão sendo apuradas pela justiça, na esperança de colocá-las no topo da pauta da discussão política, ainda mais com a proximidade das eleições municipais, como forma de desviar a atenção de seu próprio fracasso administrativo e, consequentemente, das muitas falhas nas promessas feitas em praça pública.
O fracasso chega a ser contraditório: enquanto a saúde vive um estado de calamidade pública, e só piora, não tem como esquecer que, ironicamente, a governadora é médica pediatra. Portanto, é em um estado comandando por uma profissional da saúde que todos os dias morrem crianças, jovens, adultos e idosos nos hospitais públicos por absoluta falta de equipamentos e estrutura. Médicos e profissionais da saúde dizem abertamente que diariamente há um genocídio assistido nas unidades de saúde pública do estado. E isso é crime. É a ausência total do estado na proteção dos cidadãos e cidadãs.
No campo econômico o governo Rosalba sofre também da falta de rumo, da ausência de um projeto de desenvolvimento para o Rio Grande do Norte. A indústria, o turismo, o comércio, o setor de serviços estão entregues ao Deus dará às vésperas da Copa do Mundo/2014. Sem rumo, o Rio Grande do Norte caminha para a Copa/2014. Podemos perder uma grande oportunidade, especialmente o turismo, grande fonte de geração de empregos e divisas.
Analisando, assim, todos esses aspectos, sabe o quê parece? Rosalba, de forma surpreendente e incompreensível, parece querer copiar a trajetória da prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), que, sem nunca tirar o olho do retrovisor e também sem conseguir vencer seu fracasso como gestora, amarga uma desaprovação administrativa da ordem de 90% dos natalenses.
A governadora potiguar já alcança 75 de desaprovação. A continuar assim, em breve Rosalba alcançará Micarla na corrida pela disputa do maior índice de desaprovação de um governo.
Mais: assim como Rosalba continua com franco apoio na Assembleia, a despeito de suas dificuldades de gestão, Micarla, apesar de ser desaprovada por 90% dos natalenses, também não tem problema político na Câmara Municipal de Natal, mantendo o apoio de 90% dos vereadores.
Ambas, sem problemas políticos nas casas legislativas, nem mesmo para uma cobrança maior de resultados administrativos, não conseguem implantar uma gestão moderna e eficiente e Natal e o Rio Grande do Norte vivem um dos piores momentos de suas histórias.
Rosalba e Micarla percorreram os mesmos caminhos. Prometeram durante suas campanhas eleitorais realizar boas gestões e quando assumiram preferiram só atacar seus antecessores. Passaram seus primeiros anos olhando pelo retrovisor e se esqueceram de governar o seu tempo. Só olharam para o quintal do vizinho e esqueceram de cuidar do quintal delas.

Senado vota hoje processo de cassação de Demóstenes


O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado votará nesta segunda-feira (25/6) o relatório do processo disciplinar contra o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). O parlamentar está sendo processado, com base em denúncia do PSOL, por suposto envolvimento com a organização do contraventor Carlinhos Cachoeira, acusado de comandar um esquema de jogo ilegal e corrupção de agentes públicos.
O voto do relator, senador Humberto Costa(PT-PE) só será conhecido nesta segunda-feira. Caso o relator recomende a cassação de Demóstenes Torres, o parecer do Conselho de Ética será encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) para exame dos aspectos constitucional, legal e jurídico, o que deverá ser feito no prazo de cinco sessões ordinárias. A partir daí, o documento será votado pelo Plenário, em processo secreto de votação. A expectativa do relator é de que a votação em plenário se dê antes do início do recesso parlamentar, previsto para o dia 17 de julho.
Fonte: Blog do Robson Pires

Soma de apoios a Hermano esvazia palanque de Rogério Marinho


O deputado estadual Hermano Morais (PMDB- na foto), pré-candidato a prefeito de Natal, conseguiu viabilizar, na reta final da pré-campanha, uma soma considerável de apoios políticos. Poderá inclusive ser o candidato da prefeita Micarla de Sousa (PV), que decidiu não disputar a reeleição.
O sucesso da articulação do peemedebista foi prejudicial ao deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que, apesar de ser o candidato oficial do governo, teve seu palanque esvaziado. Há quem aposte que, até o final da semana, o tucano retire sua candidatura para apoiar Hermano, unindo a base da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).
Em política, tudo é possível…

Convenção de Carlos Eduardo em Natal



Palácio dos esportes  Lotado
Wilma é a Vice de Carlos Eduardo

sábado, 23 de junho de 2012

Micarla desiste de ser candidata



A prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), anunciará nesta segunda-feira (25) que não se candidatará a reeleição. A informação é da assessoria de imprensa da pevista, que informou também o nome do ex-deputado Luiz Almir como candidato do Partido Verde. O engenheiro Sérgio Pinheiro, ex-secretário Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Sérgio Pinheiro, foi convidado para figurar a chapa na condição de vice.  O prego ainda não estaria batido.
Micarla de Sousa fará um pronunciamento às 16h de segunda-feira, na sede do PV, na capital.  Ela dirá os motivos que a fizeram desistir do pleito municipal.
Fonte: Tribuna do Norte

Presidente nacional do PDT disse que "nenhuma instituição republicana" faz o que fez a Câmara de Natal

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, criticou a decisão da Câmara de Vereadores de Natal que culminou com a reprovação das contas do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT).

"Nenhum instituição republicana teria feito isso que aqui foi feito", disse. Para ele, os eleitores é que devem dizer se Carlos Eduardo é bom ou ruim para a cidade. Ele afirmou ainda que os adversários temem enfrentar o candidato do PDT em Natal.

O ex-ministro do Trabalho também estendeu a crítica à administração estadual. "Estamos diante dos dois melhores prefeitos que Natal já teve. A vitória de Carlos Eduardo vai ser o primeiro passo para resgatarmos o governo do RN", bradou.

Wilma de Faria é recepcionada como candidata a vice-prefeita



A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) chegou à Assembleia Legislativa perto das 11h da manhã deste sábado para homologar sua postulação de vice-prefeita, na chapa encabeçada pelo ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT).

Ela foi recepcionada pelo ex-auxiliar Cláudio Porpino, que se disse à disposição do partido para "trilhar com a senhora no caminho das funções do vice-prefeito, que vai dialogar com a Câmara e buscar o melhor para Natal".

Fonte: Nominuto

OITO PRESOS TENTAM FUGIR DA DELEGACIA DE AREIA BRANCA.

Pelo Menos oito presos tentaram fugir da delegacia de Areia Branca, na madrugada desta sexta feira (22/06). A Fuga foi abortada pelos policiais que estavam de plantão na delegacia e tiveram que efetuar disparos para intimidar os detentos que tentavam se evadir, depois que serraram as grades das celas. 

Os presos foram transferidos para anexo 2 do Centro de Detenção Provisória Masculino de Mossoró,que fica no Alto São Manoel

Foram transferidos: Márcio Ferreira Souto; Jorge Luiz Sabino; Antônio Railton Pereira;Reginaldo Pereira; Douglas Gutemberg e Etevaldo Carneiro.

Fonte: O Câmera 2

Prefeito de Grossos entrega 17 novas casas na comunidade de Areia Alvas

 Prefeito realiza o sonho da casa propria

O Prefeito Veronilde Caetano realizou o sonho da casa própria para 17 famílias de Areia Alvas. A solenidade de entrega das novas habitações aconteceu na tarde desta sexta feira 22. Areia Alvas é o maior distrito da zona rural de Grossos com quase 2 mil habitantes, a vila Luiza Machado nome dado ao complexo habitacional foi entregue com água luz e ruas de acesso, o prefeito com os vereadores fizeram a entrega das chaves em clima de festa.

Ex-prefeito de Macau morre de infarto provocado por pressão politica


  Zé Filho sofreu pressão politica

O vereador e pré-candidato a Prefeito, José Filho (DEM) morreu na noite desta sexta-feira (22) após sofrer um infarto quando participava de uma reunião na câmara municipal com partidos aliados. Segundo informações Zé Filho foi bastante pressionado pelos democratas que defendem a candidatura da vereadora Odete Lopes, para desistir do projeto por causa das pendências das contas eleitorais de 2010. Devido a forte pressão, Zé Filho passou mal e foi levado às pressas para o Hospital Antônio Ferraz, em Macau, e em seguida foi encaminhado para Natal, vindo a falecer nas proximidades de João Câmara. O cunhado de Zé Filho  afirmou que foi muita pressão politica que fizeram contra ele. O clima é de muita comoção e tristeza em Macau, o vereador Zé Filho estava no seu terceiro mandato, tendo sido prefeito interino de Macau, no período de março de 2005 a janeiro de 2006, sendo uma pessoa muito querida pela população.

Chapa de Carlos Eduardo está pronta, com a ex-governadora Wilma de Faria como vice


A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) será a candidata a vice-prefeita de Natal na chapa do ex-prefeito, Carlos Eduardo Alves (PDT). O anuncio foi feito nesta sexta-feira, 22. E ao seu estilo, ela criticou a atual gestão municipal considerando a situação de Natal como "gravíssima".WILMA AGORA 22Wilma é a vice de Carlos Eduardo (à direita, com o deputado Fábio Faria). À esquerda, Robinson Faria que anunciou apoio do PSD à chapa

Presidente estadual do PSB, Wilma de Faria já havia comprometido o partido na aliança com o ex-prefeito. Hoje, ela também recebeu a confirmação do apoio do vice-governador Robinson Faria (PSD) à chapa encabeçada por Carlos Eduardo.
Em entrevista à imprensa da capital, a ex-governadora Wilma de Faria disse que, apesar de ser candidata a vice-prefeita, vai participar das eleições no interior. Wilma disse que vai "cumprir a missão e somar com o pré-candidato", mas sem comprometer sua atuação como presidente do PSB. (Com informações da Tribuna do Norte Online).

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Bruno Filho poderá enfrentar duas mulheres nas eleições deste ano


 Bruno Filho PMDB,  Iraneide DEM  e Lidiane PSB

A Sucessão  politica em Areia Branca  está  caminhando  com grandes possibilidades de ter uma disputa  com três candidatos a prefeito(a),   as conversas estão bem adiantadas entre os partidos que preparam  seus candidatos  para disputar o voto dos Areia branquenses. Se  as previsões que estão sendo feitas se confirmarem  as eleições deste ano  terá duas mulheres na disputa,  a classe feminina busca seu espaço e entra na luta com dois nomes:  Iraneide Rebouças DEM  e Lidiane Garcia PSB, as  pré candidatas  se preparam para enfrentar  o atual  vice prefeito Bruno Filho que é um forte  candidato a prefeito pelo PMDB,  lider nas pesquisas de intenção de voto ate o momento, Dr Bruno é hoje o nome mais falado para voltar a governar Areia Branca.  A oficialização desses nomes  como candidatos ao cargo de prefeito será feita na convenção que acontecerá no próximo dia 30 deste mês.  José Bruno Filho pelo PMDB, Iraneide Rebouças pelo DEM e Lidiane Garcia pelo PSB, realizarão seus eventos convencionais  na Tropical Casa Show, Ivipanim Club e  no Corujão respectivamente.


Vereadores de Lucrécia e Felipe Guerra são cassados, enquanto um de Apodi escapa


angelo
Vereador Ângelo Suassuna, de Apodi, escapou da cassação


A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN)julgou procedente, na sessão ordinária de ontem, 21, duas ações de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária que pretendiam o reconhecimento de infidelidade por parte da vereadora Edilma Soares de Paiva, do município de Lucrécia, e do vereador José Wandilson de Oliveira, de Felipe Guerra. Também julgou improcedente a ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária contra Antonio Ângelo de Souza Suassuna, de Apodi.
Na primeira representação, ajuizada pelo Diretório Municipal do Partido Popular Socialista (PPS), em Natal/RN, pelo Diretório Estadual do Partido Popular Socialista (PPS), a vereadora Edilma Soares argumentou que o motivo que a levou a desfiliar-se foi o de não ter voz ativa no PPS e que era excluída de todos os projetos desenvolvidos pelo partido. O juiz Nilo Ferreira, relator, contestou que as provas trazidas pela vereadora eram “bastante frágeis e sem força probante capazes de elidir a decretação da sua perda de mandato”. Desta forma, votou pelo provimento do recurso, reconhecendo a infidelidade da vereadora e determinando, consequentemente, a perda de seu mandato. O voto do relator foi acompanhado à unanimidade pelos membros da Corte Eleitoral.
José WandilsonNo processo proveniente de Felipe Guerra, o vereador José Wandilson alegou que a sua desfiliação ocorreu em razão de grave discriminação pessoal, decorrente de desavenças intrapartidárias, desrespeito às suas pretensões em assumir cargos de liderança no âmbito do partido político e ausência de convites para as reuniões partidárias.

José Wandilson teve o mandato cassado

Em seu voto, o relator do processo, juiz Nilson Cavalcanti, destacou que as provas trazidas aos autos, de modo algum, configuravam essa situação, votando assim pela decretação da perda do mandato do vereador. Acompanharam o relator o juiz Ricardo Procópio e o desembargador Vivaldo Pinheiro. Os juízes Nilo Ferreira e Jailsom Leandro divergiram do entendimento.
APODI
Ainda na tarde de ontem, foi julgada uma ação de perda de mandato por desfiliação partidária proveniente de Apodi, proposta pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), em face do vereador Antonio Ângelo Suassuna. Neste caso, o relator, juiz Nilson Cavalcanti, entendeu estar provada a existência de justa causa. Para ele, os elementos trazidos na defesa foram suficientes para configurar a grave discriminação pessoal, como alegado pelo vereador.
EDILMA DE LUCRÉCIA
vereadora Edilma Soares de Paiva, do município de Lucrécia, também teve decretada perda do mandato

O juiz ressaltou ainda que o próprio MPE, autor da ação, se convenceu da veracidade das alegações trazidas na contestação, em amparo da justificação para a desfiliação partidária sem perda do mandato. Assim, votou pela improcedência do pedido, no que foi acompanhado à unanimidade pelos demais Membros da Corte. (Com informações do TRE-RN).

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Presidente do Banco do Nordeste renuncia após denúncias

Em meio a denúncias de desvio de recursos quando era secretário de Estado do Ceará, Jurandir Vieira Santiago(foto) renunciou nesta quarta-feira ao cargo de presidente do Banco do Nordeste (BNB), onde estava desde julho de 2011.
Em comunicado público, o banco informou também que substituiu dois diretores, Isidro Moraes de Siqueira e José Sydrião de Alencar Júnior, e transferiu outro, Stélio Gama Lyra Júnior, da diretoria administrativa para a de gestão. Assume a presidência interina Paulo Sérgio Rebouças Ferraro, diretor de negócios. Segundo nota divulgada pelo BNB, as alterações visam a “fortalecer a gestão do banco e o cumprimento de missões institucionais”.
Na semana passada, o chefe de gabinete de Santiago, Robério Gress do Vale, já havia sido afastado do banco, depois que uma reportagem da revista “Época” apontou-o entre os envolvidos em um esquema de corrupção no banco entre 2009 e 2011, antes de Santiago chegar ao BNB. O esquema, porém, teria favorecido o deputado federal José Guimarães (PT-CE), que indicou Santiago.
Fonte: Blog do Robson Pires

Escândalo:Deputados pagavam empréstimo com dinheiro da Assembleia


Dezesseis deputados e ex-deputados de Alagoas se tornaram réus ontem em ação por improbidade administrativa, sob acusação de tomar empréstimos e quitá-los com verbas da Assembleia, informa a Folha de S.Paulo desta quinta-feira.
Quatro servidores da Assembleia e um dirigente do Bradesco também são alvo da ação.
Segundo o Tribunal de Justiça, a Assembleia fez convênio com o Bradesco em 2006 para concessão de empréstimos a deputados e servidores. Como garantia, eram dados cheques da Assembleia, que foram descontados por não haver fundo nas contas dos deputados. Os acusados negam irregularidades ou dizem que não têm conhecimento da ação. O Bradesco informou que não se pronunciaria.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Vereador Enildo prova do ‘veneno’ imposto a Carlos Eduardo

Por Dinarte Assunção (Nominuto.com)
Após impor ao ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), através de seu relatório na Câmara Municipal de Natal, o caminho da via judicial para garantir sua candidatura a prefeito, o vereadora Enildo Alves (DEM) terá que fazer o mesmo.
Ele está na lista do Tribunal de Contas da União (TCU) entre os gestores que tiveram contas desaprovadas. Enildo, no caso, teve sua contabilidade pública reprovada no período em que foi secretário de Saúde de Natal.
Agora, pela lei da Ficha Limpa, se quiser ser candidato, ele terá de obter na Justiça uma decisão que suspenda ou anule a decisão do TCU para disputar a eleição.

Nome de João Dehon aparece na lista do TCU e quadro politico em Grossos pode sofrer alteração.


  João Dehon pode ter registro negado

O número de pessoas que podem ficar inelegíveis nas eleições municipais de 2012 devido ao mau uso do dinheiro federal subiu 38,8% em relação a 2010, segundo divulgou  ontem (19) o Tribunal de Contas da União (TCU). O documento com cerca de 6,8 mil nomes foi entregue  pelo presidente do tribunal, Benjamin Zymler, à presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia Rocha. A lista é formada por pessoas ligadas às três esferas da administração que tiveram contas rejeitadas pelo TCU nos últimos oito anos, sem possibilidade de recurso. No entanto, o número de inelegíveis não é definitivo, e cada caso deve ser analisado pela Justiça Eleitoral de acordo com a legislação em vigor sobre o assunto, como a Lei da Ficha Limpa. Do Rio Grande do Norte  aparecem 212 nomes na listagem do TCU, entre esses  nomes está o do ex-prefeito de Grossos João Dehon da Silva,  a confirmação do nome do ex-prefeito na lista  muda o atual quadro na sucessão grossense, com o impedimento de João pelo TCU as atenções agora voltam-se para dois nomes em particular. Emílio e Enilson. Vamos aguardar  os proximos capitulos da politica em Grossos.

Vereadores de Almino Afonso e de Caraúbas são cassados por trocarem de partidos



Em sessão plenária realizada na tarde de ontem, 19, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) julgou ações de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária que pretendiam o reconhecimento de infidelidade por parte dos vereadores José Nunes de Araújo, do município de Almino Afonso, e Francisco de Assis Batista, de Caraúbas.
Assis Batista, de Caraúbas, perdeu o mandato por ter trocado de partido
Nos autos do processo 964-46, José Nunes de Araújo alegou que se desfiliou do Partido da República (PR) por ter sofrido grave discriminação pessoal, configurada no “desprezo pessoal e na falta de apoio político dentro do próprio partido”. Além disso, argumentou que sua saída foi autorizada pelo PR, e que isso já consubstanciaria a justa causa para a desfiliação.
Em seu voto, o juiz Ricardo Procópio, relator, primeiramente rejeitou a preliminar de intempestividade da ação, destacando que ao analisar o processo não reconheceu qualquer fato que pudesse se adequar àqueles elencados na resolução TSE n.º 22.610/07, configuradoras da justa causa que excepcionalizam a saída do mandatário do partido pelo qual se elegeu. Deste modo, sua decisão foi no sentido de deferir o recurso do Ministério Público Eleitoral, reconhecendo a infidelidade do vereador e determinando, consequentemente, a perda de seu mandato. O voto do relator foi acompanhado à unanimidade pelos membros da Corte Eleitoral.
FiAinda na sessão da tarde de ontem, a Corte do TRE/RN julgou procedente a ação do Ministério Público Eleitoral que pedia a perda do mandato de Francisco de Assis Batista, vereador eleito pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) de Caraúbas.
José Nunes de Araújo, de Almino Afonso, também foi cassado
Em sua defesa, o vereador alegou que existia um clima de animosidade entre ele e a direção municipal do PSB, e as divergências partidárias resultaram em grave discriminação pessoal contra ele, e que o levou a desfiliar-se do partido. Em seu voto, o relator, desembargador Vivaldo Pinheiro, argumentou que “diferenças de opiniões não autorizam a desfiliação, pois compõem a própria essência do sistema partidário”, e que, portanto, não são suficientes para configurar grave discriminação pessoal, votando assim decretação da perda do mandato do vereador. Acompanharam o relator os juízes Ricardo Procópio, Nilson Cavalcanti e Nilo Ferreira e o desembargador Saraiva Sobrinho. Apenas o juiz Jailsom Leandro divergiu do entendimento. (Com infomações do TRE-RN).

terça-feira, 19 de junho de 2012

Pastor evangélico de Angicos e mais três homens são presos por tráfico de drogas


Quatro pessoas foram presas acusadas de tráfico de drogas, em duas operações realizadas pela Polícia Civil em Fortaleza e Fortim. Segundo informações da Delegacia de Narcóticos (Denarc), entre os presos está um pastor evangélico, natural de Angicos (Rio Grande do Norte). Na ação, foram apreendidos 29 quilos de maconha acondicionados em 33 tabletes, 430 gramas de cocaína e 115 gramas de crack.
Foram presos o pastor Gleidiano Mafarre da Silva Lima, 26; Marciano do Nascimento Alves, 29, natural de Cascavel; Antônio Marcos Gomes Monteiro, 34, natural de Natal; e Lindoberto Silva de Castro, 29, natural de Cascavel. Segundo Denarc, o pastor evangélico não tem antecedentes criminais. Os outros três acusados já respondem por tráfico.
A Polícia apreendeu ainda duas pistolas 380, dois revolveres, munições, uma Hilux, um Citroen, um Corolla, um Palio, uma moto três balanças de precisão, sacos para embalagens da droga, um noteboock, 45 receitas de cor cazul para compra de psicotrópicos e 10 comprimidos de Rivotril.
 Segundo a Polícia, a droga estava guardada num apartamento no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Outra parte estava em uma residência em Fortim. A maconha veio do Paraguaio e seria comercializada na Capital. Os presos se encontram recolhidos na carceragem da Denarc e ainda nesta semana devem ser transferidos para o presídio.
D’ O Povo

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Ministro do STF afirma que julgamento de contas dos prefeitos é feito pela Câmara Municipal



3030Ministro Celso de Mello

A informação foi publicada pel'O Jornal de Hoje... Uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), do último dia 11, reacende a discussão sobre a autonomia das Câmaras Municipais para apreciar contas de prefeitos e ex-prefeitos. Embora, para muitos juristas, não pairem dúvidas quanto à aplicação do artigo 31 da Constituição Federal, que garante ao Poder Legislativo o poder de julgar as contas do Executivo, seja na esfera federal, municipal ou estadual, em Natal o juiz da 3ª Vara da Fazenda, Geraldo Mota, concedeu liminar afirmando que a Câmara Municipal de Natal “extrapolou” suas prerrogativas ao reprovar as contas do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) relativas ao exercício financeiro de 2008 da Prefeitura, evitando, com essa liminar, que o pedetista, pré-candidato a prefeito nas eleições deste ano, seja considerado inelegível por oito anos pela aplicação da Lei da Ficha Limpa.
 
A decisão do Supremo Tribunal Federal foi proferida pelo ministro Celso de Mello, que deferiu liminares em reclamações apresentadas por três ex-prefeitos e suspendeu cautelarmente os efeitos de decisões do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM-CE) que julgaram irregulares as contas anuais e de gestão. O ministro aplicou a jurisprudência do STF no sentido de que a apreciação das contas prestadas pelos chefes do Executivo é prerrogativa intransferível do Legislativo, que não pode ser substituída pelo Tribunal de Contas. 
 
Celso de Melo esclareceu que a regra de competência estabelecida no artigo 71, inciso II, da Constituição Federal – que submete ao julgamento dos órgãos auxiliares do Poder Legislativo as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos da administração direta e indireta – não legitima a atuação exclusiva do Tribunal de Contas, quando se tratar de apreciação das contas do chefe do Executivo, pois, em tal hipótese, incide a norma especial prevista no inciso I do mesmo artigo.

UFRN inicia instalação de internet gratuita e sem fio na Grande Natal



21 instituições em cinco municípios e sete escolas estaduais sediadas na Grande Natal serão beneficiadas com a construção da Rede Metrópole Digital, uma Rede Metropolitana sem Fio, que prevê a instalação de 50 Telecentros e 60 pontos de acesso gratuito à Internet em municípios da Região Metropolitana de Natal. Essa Rede sem Fio está sendo implantada pelo Instituto Metrópole Digital da UFRN e tem o objetivo de dar suporte às atividades do Instituto e promover ações de inclusão digital junto à população do Estado. 
 
O suporte às atividades do Instituto inclui o atendimento aos alunos dos cursos oferecidos pelo IMD em horários de aula, através dos Telecentros. Nos horários alternativos, os Telecentros irão atender à população e possibilitar a oferta de treinamentos e cursos de interesse geral, que venham a ser disponibilizados. Dessa forma, através dos pontos de acesso à Internet, afirmou o coordenador da Fase 2 do Metrópole Digital, Sergio Vianna Fialho, o projeto se propõe a contribuir para a inclusão digital da população.

Fonte: O Areiabranquense

TCE colocou nome do prefeito de Bento Fernandes na lista dos “fichas-sujas” e depois atestou o erro em certidão


O furo foi da colunista Daniela Freire, d’O Jornal de Hoje... Nem todos os 575 gestores que apareceram na lista do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na semana passada, realmente tem processos “transitados e julgados”, na Corte de Contas.
Segundo a colunista, o nome do prefeito de Bento Fernandes, Ivanaldo Fernades (PP), foi incluído indevidamente na lista do TCE de gestores e ex-gestores com contas desaprovadas. Surpreso com as notícias de que seu nome estava na relação do TCE, o prefeito solicitou e o TCE emitiu certidão atestando o equívoco, relacionado ao processo número 8299/2002.

Sequestro do filho de Porcino continua sem nenhuma informação


PORCINO
Família Porcino está aflita com sequestro do jovem “Popó”


Até o final da tarde deste domingo, 17, a família Porcino ainda não tinha sido contatada pelos sequestradores do jovem Porcino Segundo, 19 anos, filho do empresário mossoroense Porcino Júnior, fato ocorrido ontem, 16, quando participava de uma vaquejada na cidade de Ceará Mirim, próximo de Natal.
Segundo informações veiculadas na imprensa, “Popó”, como é mais conhecido o jovem, foi levado na madrugada de hoje junto com um tratador de cavalos por três homens armados que estavam num carro preto. À altura da cidade de Santa Maria, o tratador de cavalos foi liberado e pediu ajuda na BR 304, por volta das 8h.
Por precaução, a polícia está sendo mantida afastada do caso. Porcino Júnior, pai de “Popó”, está em viagem ao exterior.

domingo, 17 de junho de 2012

Vereador que aprovar contas irregulares será punido

A cinco meses das eleições municipais, o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público de Pernambuco decidiram fechar o cerco ao "julgamento político" que as Câmaras municipais costumam fazer, aprovando contas de gestores que apresentaram má aplicação ou desvio do dinheiro público e, por isso mesmo, foram reprovadas pelo TCE. 


A partir de agora, os vereadores de 184 cidades pernambucanas que insistirem no equívoco terão que explicar judicialmente a motivação do julgamento e ainda correm o risco de responder por improbidade, caso se comprove que negociaram o voto, seja por cargo, dinheiro ou outro tipo de recompensa.

Pior: o resultado do julgamento das contas pelo Poder Legislativo pode ser anulado pela Justiça para que se faça um outro com critérios exclusivamente administrativos.

- O MPPE respeita a função das casas legislativas. Mas entende que existe diferença entre a aprovação de um projeto e o julgamento das contas de um prefeito. No primeiro caso, vale o critério político e o legislador vota com o partido dele, o que é normal. 

Mas no segundo, ele funciona como julgador e tem que fundamentar o voto. 

Do mesmo jeito que um juiz fundamenta sua sentença, o vereador tem que motivar o seu voto pela aprovação ou pela rejeição. Não pode simplesmente dizer sim à conta e não à sociedade, quando o dinheiro público foi desviado - justificou o procurador-geral de Justiça de Pernambuco, Aguinaldo Fenelon.

Deu em O Globo

MP quer ajuizar ações contra as Câmaras Municipais que aprovem contas irregulares


A pedido do TCE, ele determinou a todos os promotores que ajuízem ações declarando nulidade de julgamentos por parte das Câmaras de Vereadores, que estejam sob suspeita.

A ofensiva começou pelo município de Araçoiaba, tido como o mais pobre e o de pior Índice de Desenvolvimento Humano, entre os 14 que formam a região metropolitana.

O TCE constatou um prejuízo superior a R$ 3 milhões aos cofres públicos, durante as administrações dos ex-prefeitos Hildemar Alves Guimarães, o Cuscuz (PSB); e Severino Alexandre Sobrinho (pmdb), esse último atualmente afastado do exercício do cargo por desmandos nas finanças da prefeitura.

No entanto, as contas dos dois, relativas aos anos de 2001, 2004 e 2005, foram aprovadas pela Câmara Municipal da cidade.

Fonte: Fator RH